50 Tons Mais Escuros | “Tudo o que eu falo torna-se sexual”, diz Dakota Johnson

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao programa Late Night para promover 50 Tons Mais Escuros, Dakota Johnson contou para o apresentador Seth Meyer como é sua relação com os fãs após o sucesso da franquia.

“Eu a um Starbucks recentemente pegar um café, como todo mundo, e um garoto de 14 ou 15 anos veio pedir para tirar foto comigo. Enquanto tirávamos a selfie, o garoto me contou que, na verdade, não sabia quem eu era, mas pediu para tirar a foto porque sua mãe estava pirando na mesa com a minha presença”, comentou. “Eu olhei para a mãe e ela não conseguia me olhar nos olhos. Foi bem engraçado”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Johnson então reclamou que tudo que ela fala em entrevistas acaba se tornando sexual por causa do filme. “É um desastre. É categoricamente impossível que eu consiga dar a resposta certa, principalmente quando não mudam totalmente o contexto”.

Para dar um exemplo, a atriz contou sobre uma entrevista dada recentemente. “Outro dia me perguntaram qual era o meu brinquedo sexual favorito, o que achei uma pergunta inapropriada. Eu respondi que não tinha e pedi para seguir com a entrevista. A manchete no dia seguinte era ‘Ela não tem um brinquedo sexual favorito’. Eu não consigo ganhar nenhuma! Ou eu odeio brinquedos sexuais ou eu amo e sou uma maníaca sexual”.

Veja a entrevista completa mais abaixo:

50 Tons de Cinza | Dakota Johnson quer dar um tempo em cenas de sexo após trilogia

Na trama de 50 Tons Mais Escuros, quando o ferido Christian Grey (Jamie Dornan) tenta seduzir a cautelosa Ana Steele (Dakota Johnson) e trazê-la de volta para sua vida, ela exige um novo acordo antes de dar uma nova chance a ele. Enquanto os dois começam a construir um relacionamento baseado em confiança e estabilidade, figuras sombrias do passado de Christian começam a rodear o casal, determinadas a destruir todas as suas esperanças de um futuro juntos.

O roteiro foi escrito por Niall Leonard, marido da autora E.L. James. As duas sequências de 50 Tons de Cinza serão rodadas consecutivamente pelo diretor James Foley (House of Cards). Ele substituirá Sam Taylor-Johnson, diretora do longa original.

50 Tons Mais Escuros chega aos cinemas brasileiros em 10 de fevereiro. A conclusão da trilogia, 50 Tons de Liberdade, será lançada em 2018.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio