LEGO Batman: O Filme apresenta diversos personagens. De heróis e vilões clássicos da DC a antagonistas surpreendentes, como Voldemort, Sauron, King Kong, entre outros. E esses não foram os únicos cogitados a aparecer na animação.

Em entrevista à EW, o diretor Chris McKay revelou que precisou cortar alguns vilões clássicos do cinema do filme para que não ficasse com personagens demais. “Eu teria a personagem de Kathy Bates em Louca Obsessão, James Moriarty [maior vilão das histórias de Sherlock Holmes], o personagem de Daniel Day-Lewis em Gangues de Nova York e o de David Carradine em Kill Bill. Em um certo ponto, porém, você tem que pesar quais personagens as crianças vão conhecer. Em LEGO, às vezes é difícil obter uma interpretação muito rápida de alguma coisa. Eu já estava preocupado que não estávamos fazendo o suficiente com alguns personagens. Além disso, em um ponto, nós colocamos HAL de 2001: A Odisséia no Espaço no filme, mas foi uma leitura difícil. Talvez em filmes futuros, vamos tentar trazer mais personagens”.

O derivado da franquia Uma Aventura LEGO pretende se focar na crise existencial do Batman (dublado por Will Arnett). Na trama, com grandes mudanças chegando a Gotham, Batman terá que largar a vida de vigilante solitário, se quiser salvar a cidade da invasão hostil do Coringa, ao tentar trabalhar com outros e talvez, apenas talvez, desencanar um pouco.


LEGO Batman: O Filme já está em cartaz nos cinemas brasileiros.