Presidente da Marvel admite: “Nos preocupamos mais com os heróis do que com os vilões”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Kevin Feige, presidente do Marvel Studios, comentou sobre as constantes críticas aos fracos vilões de filmes da editora em entrevista ao Screen Rant, conduzida no set de Guardiões da Galáxia Vol. 2.

Questionado sobre o processo de escolha do antagonista, o executivo afirma: “Sempre varia, mas sempre começa com o que serve mais à história e o que serve mais ao herói”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois, Feige reconhece que os heróis do universo cinematográfico da Marvel recebem mais atenção do que os vilões: “Temos sido criticados, e uma grande crítica nossa é que nós focamos mais nos heróis do que nos vilões, e isso provavelmente é verdade”, admite.

“Mas eu não acho que isso será sempre verdade”, continua. “Eu vi alguns de vocês falando com Chris [Evans] e Steve [Ditko, quadrinista] em uma coletiva de Guerra Civil. Quando diabos foi isso, ontem? Semana passada? Eles falaram, em termos apropriadamente oblíquos, sobre Thanos. Thanos, como vocês sabem, está em Vingadores: Guerra Infinita, um filme que tem um monte de personagens, mas posso ir longe e dizer que ele é o personagem principal, o que é a direção oposta do que fizemos antes, mas isso era apropriado para um filme chamado Guerra Infinita”, finaliza.

A Marvel tem um problema de vilões – e sabemos como consertar

Vingadores: Guerra Infinita chega aos cinemas em 3 de maio de 2018, com a continuação marcada para 2 de maio de 2019. Ambos os filmes serão dirigidos por Joe e Anthony Russo, dupla de Capitão América: Guerra Civil, e rodados consecutivamente.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio