Duncan Jonesdemonstrou anteriormente seu interesse em retornar para a continuação de Warcraft, mas o diretor continua aguardando uma decisão do estúdio.

Ao ser questionado por um seguidor no Twitter sobre Warcraft 2 – “Eu vi o filme quatro vezes em IMAX, não me arrependo, agora onde está a minha sequência?” – Jones afirmou que a viabilização do projeto não depende dele:

“Eu adoraria que acontecesse! Esperando ouvir alguma coisa da @Legendary”, escreveu o cineasta.


Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos fez US$ 433,6 milhões pelo mundo, ótimos números para um filme, mas uma bilheteria considerada abaixo do esperado pelo estúdio – já que nos EUA o longa foi um fracasso ao arrecadar apenas US$ 47 milhões.

Baseado no universo de jogos World of Warcraft, o filme acompanha o conflito gerado pelo primeiro contato entre orcs e humanos, mostrando os dois lados da história. De um lado está Anduin Lothar (Travis Fimmel), o personagem principal da Aliança, que sacrificou tudo para manter salvo o povo de Azeroth, e do outro Durotan (Toby Kebbel), o principal personagem da Horda, nobre chefe do clã Frostwolf, que batalha para salvar seu povo e sua família da extinção.

Crítica | Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos