Academia decide manter responsáveis por erro em premiação do Oscar

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A firma PricewaterhouseCoopers foi a responsável pelo erro bizarro da premiação do Oscar 2017. Apesar da falha nas entregas de cartões para o prêmio de melhor filme do ano, a PwC teve o acordo com a Academia garantido.

A confirmação foi dada por Cheryl Boone Isaacs, presidente da Academia. “Nós fomos muito severos em nossa avaliação que o erro cometido por representantes da firma era inaceitável”, afirmou Cheryl em comunicado, explicando que toda a relação com a PwC será revista com “novos protocolos”, apesar da manutenção.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Entre os protocolos mencionados pela organizadora do Oscar está um acordo feito com o presidente da PwC nos EUA, Tim Ryan. A partir de agora ele terá que conduzir uma maior supervisão do trabalho. Outro protocolo é o retorno de Rick Rosas, que trabalhou pela premiação por 12 anos. Mais uma exigência é a presença de um líder de votação da empresa na controle do Oscar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio