Franquia do agente 007 quase teve mulher como protagonista em seus primeiros filmes

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Daniel Craig ainda não está confirmado como James Bond nos próximos filmes da franquia 007. E muito se especula a possibilidade de uma mulher assumir o posto do agente secreto mais famoso do mundo. Porém a ideia não é nova. Na década dos anos 1950 Susie Hayward quase foi escolhida para representar “Jane Bond”.

A confissão foi feita em 2012 pelo roteirista Lorenzo Simple Jr., contratado pelo produtor Gregory Ratoff, que havia adquirido os direitos de Cassino Royale de Ian Fleming em 1955.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Nós achávamos James Bond um personagem inacreditável e de certa forma estúpido”, disse na época, ao Daily Record. “Então nós pensamos na solução de tornar James Bond uma mulher, ‘Jane Bond’, se preferir”, completou.

Simple Jr. também explicou os motivos pela intenção de ter Susie Hayward no papel. “Gregory anunciou um dia: ‘Vamos conseguir Susie Heyward. Eu saí num encontro com ela quando ela era uma atriz que ganhava 75 dólares por semana. Então ela me deve uma’.”

Apesar da ideia inicial, o projeto não seguiu a diante e Sean Connery assumiu o papel de James Bond no primeiro filme da franquia, em 1962.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio