Franquia Invocação do Mal é alvo de ação de US$ 900 milhões contra a Warner

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A franquia Invocação do Mal já causou diversas dores de cabeça à Warner Bros. Mas o problema mais recente é uma ação no valor de US$ 900 milhões em danos contra a produtora. A reivindicação é feita por Gerald Brittle, que afirma que os filmes de terror infringem seu livro de 1980 Ed & Lorraine Warren: Demonologistas.

Segundo Brittle, os relatórios da dupla Ed e Lorraine Warren utilizados para a criação dos roteiros dos filmes da série não poderiam ser usados, já que havia um contrato de exclusividade feito quando escreveu o livro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Quando Lorraine Warren concedeu aos réus o direito de usar os Warren Case Files, que os réus declararam repetidamente que seus filmes são baseados, ela não poderia ter feito isso porque ela tinha contratualmente concedido esse direito exclusivo de usar os mesmos Warren casos, Warren Case Files, e materiais relacionados ao demandante anos antes”, escreveu ao Yahoo, o advogado de Brittle, Patrick C. Henry II.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio