Logan |Diretor revela não gostar do formato dos filmes de heróis

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

James Mangold foi o responsável por dirigir Logan, filme que pode ser o último solo de Wolverine no cinema. Mas Mangold não gosta do formato comumente utilizado em longas de super-heróis. A revelação foi dada enquanto o diretor tentava explicar o motivo da sua última obra não trilhar os mesmos caminhos que os filmes de herói costumam seguir.

“Geralmente eles não são filmes. Eles são exercícios recheados de enrolação para um outro filme que eles estão indo vender em dois anos. Há tantos personagens que cada um recebe um arco de cerca de seis minutos e meio na melhor das hipóteses, e eu não estou exagerando”, explicou, ao Cinemablend.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mangold seguiu explicando o motivo de achar que não se deve colocar muitos personagens importantes em um filme de ação. “Você tem 120 minutos e 45 são de ação. Com isso você usa o que sobrou para dividir em seis personagens. Aí você tem um arco do personagem Hortelino Troca-letras em um desenho da Warner. Essa fórmula está vazia para mim”.

Logan tem maior abertura da franquia X-Men e do estúdio Fox no Brasil

O filme está em cartaz nos cinemas brasileiros desde o dia 2 de março.

Crítica | Logan

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio