Power Rangers | Novo filme traz heroína gay e Ranger com autismo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O novo filme da icônica série dos anos 1990, Power Rangers está prestes a estrear nos cinemas, e nesta nova fase da franquia há uma grande preocupação com inclusão social. Na nova produção o longa contará com a presença de um ranger autista e outro gay.

A ranger amarela, Trini, interpretada por Becky G, será homossexual no filme. E em entrevista ao Screen Rant, a atriz explica a importância dessa mudança na franquia. “Power Ranger sempre representou a diversidade. E Trini não se conhece, e é nesse momento que ela diz em voz alta: ‘Eu nunca disse nada disso em voz alta’ e Zordon diz: ‘Você deve deixar todas suas máscaras para usar essa armadura.’ É verdade. As pessoas devem se aceitar como são”, avaliou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

RJ Cyler terá outro tipo de missão no novo Power Ranger. O ator interpreta Billy, o ranger azul com autismo. “Eu sabia que era meu trabalho mostrar, você sabe, que as pessoas que estão no espectro são apenas pessoas comuns, literalmente. Como eu e Becky conversamos, eles sentem a mesma maneira, eles têm as mesmas emoções, eles querem ser amados, querem que as pessoas os amem, querem relacionamentos. Você entende”.

Morte, reviravoltas e traição em vários spoilers do filme

Dirigido por Dean Israelite, o recomeço da franquia Power Rangers tem estreia marcada no Brasil para 23 de março.

Dacre Montgomery (Ranger Vermelho), Naomi Scott (Ranger Rosa), RJ Cyler (Ranger Azul), Ludi Lin (Ranger Preto) e Becky G (Ranger Amarelo) formam o novo grupo de jovens protagonistas do reboot. Elizabeth Banks (A Escolha Perfeita) será a vilã Rita Repulsa e Bill Hader vai emprestar sua voz para o Alpha 5.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio