Dunkirk | Christopher Nolan explica ausência de cenas fortes de violência

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando foi anunciado que Dunkirk, novo filme de Christopher Nolan, teria classificação PG-13 (ou para maiores de 13 anos), questionou-se o fato de um filme que aborda uma operação militar de Segunda Guerra Mundial não ter uma classificação mais restrita, sugerindo-se que o diretor teria aliviado nas cenas de violência para atingir um espectro de público maior.

Contudo, Nolan declarou à Associated Press que todos os seus filmes têm essa mesma classificação, e que ele se sente confortável assim. “Dunkirk não é um filme de guerra. É uma história de sobrevivência e, sobretudo, um filme de suspense”, declarou o diretor, que já foi indicado ao Oscar três vezes.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Há muita intensidade no filme, que não necessariamente envolve aspectos sangrentos de combate, o que já foi feito em tantos filmes. Estávamos realmente querendo ter uma abordagem diferente e alcançar a intensidade de outra maneira”, completou Nolan.

Baseado na história real da Operação Dínamo, também conhecida como a Evacuação de Dunkirk, operação militar que aconteceu no início da Segunda Guerra Mundial, o filme tem no elenco Tom Hardy (Mad Max: Estrada da Fúria), Mark Rylance (Ponte dos Espiões), Kenneth Branagh (Hamlet) e o cantor Harry Styles, do One Direction.

Dunkirk estreia em 27 de Julho deste ano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio