All Eyez On Me, cinebiografia de Tupac Shakur, estreia este ano. Enquanto isso, o diretor Steve McQueen, de 12 Anos de Escravidão, começa a trabalhar num documentário sobre o rapper americano. Gloria Cox, tia de Tupac, é uma das produtoras.

“Estou feliz em ver esse projeto ganhar vida. Isso era algo que meu sobrinho (Tupac) queria muito fazer em 1996, e minha irmã (mãe de Tupac) também, há muito tempo, antes de morrer em maio. Foi uma longa jornada até chegar aqui”, disse Cox à Playlist.

“Minha irmã sempre me dizia: nós não queremos defender Tupac. Nosso trabalho é permitir que ele seja visto da maneira mais completa, de modo que suas ações, suas escolhas e suas palavras permitam que ele fale por si. Acredio que esse filme vai fazer exatamente isso”, disse ainda a tia do rapper.


Ainda não há previsão de lançamento para o novo documentário.

Tupac foi baleado e morto durante um tiroteio em Las Vegas em setembro de 1996. Ele tinha 25 anos. Sua vida (e morte) tem sido objeto de pelo menos uma dúzia de documentários. Ele foi interpretado por Marcc Rose no filme Straight Outta Compton (2015). Em All Eyez On Me, o papel ficou com Demetrius Shipp Jr.