Guardiões da Galáxia Vol. 2 | Diretor confessa ter ficado inseguro com o final do filme

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

ATENÇÃO, O TEXTO ABAIXO CONTÉM SPOILERS!

James Gunn, roteirista e diretor de Guardiões da Galáxia Vol. 2, teve uma decisão e tanto para tomar no segundo filme da franquia. E em entrevista ao Uproxx, o cineasta revelou que foi realmente muito difícil admitir que o final do longa precisasse terminar com uma morte importante.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu não queria que esse fosse o final, e eu meio que me recusei a colocar isso como o final por um longo tempo”, iniciou o diretor. “Mas, no final do dia, eu sabia que era onde ele precisava ir. Eu sabia que precisamos ter interesses reais nesses filmes. Precisamos perder personagens”, lamentou.

Quem ficou para trás na história foi Yondu, personagem interpretado por Michael Rooker. Considerado um segundo pai do Senhor das Estrelas, o personagem preferiu trocar sua vida para salvar o filho de criação. “Nem todo mundo que vê filmes da Marvel adora isso. Eles não gostam de perder personagens. Mas para os personagens realmente fazerem a diferença, para realmente fazerem suas vidas significam algo, você precisa ter esse tipo de perda”, analisou.

O filme traz de volta o elenco principal do primeiro Guardiões da Galáxia: Chris Pratt (Peter Quill/Senhor das Estrelas), Zoe Saldana (Gamora), Dave Bautista (Drax), Bradley Cooper (Rocket), Vin Diesel (Groot), Michael Rooker (Yondu) e Karen Gillan (Nebula).

Além disso, introduz Pom Klementieff (remake de Oldboy) como a super-heroína Mantis, Kurt Russell (Velozes e Furiosos 7) como o pai de Peter Quill, e Sylvester Stallone como o Águia Estelar.

Guardiões da Galáxia Vol. 2 estreou nos cinemas brasileiros na última quinta-feira (28).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio