Django Livre | Jamie Foxx diz que Quentin Tarantino foi um “tirano” – mas trabalharia mil vezes com ele

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista concedida ao Howerd Stern Show, Jamie Foxx, que fez o protagonista de Django Livre (2012), falou sobre o estilo de Quentin Tarantino na direção.

Foxx falou sobre o estilo excessivamente controlador de Tarantino, a quem chamou de “tirano”. Django Livre foi a primeira vez em que trabalharam juntos. Contudo, isso não significa uma desaprovação, já que, questionado se trabalharia novamente com o renomado diretor, Foxx respondeu: “mil vezes”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um episódio em particular é narrado pelo ator, que inclusive imita os famosos trejeitos de Tarantino. Nos primeiros ensaios, o diretor não gostou da forma como Foxx compôs o personagem. O ator, então, foi chamado para uma conversa em uma sala separada.

“Que merd** foi essa? Eu sabia que teria esse problema. Toda essa merd**. Você tem que ser uma porr** de um escravo! Ele é um escravo (…). Você chega aqui com sua merd** de bolsa Louis Vitton e sua Range Rover. Ele não é Jim Brown. É uma porr** de um escravo. E depois, depois ele se torna um herói”.

Django livre ganhou dois Oscars: um de melhor roteiro para Quentin Tarantino e um de melhor ator coadjuvante para Christoph Waltz. Foi ainda o filme de Tarantino que melhor se saiu nas bilheterias.

Veja abaixo o trecho da entrevista com Foxx (em inglês):

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio