Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar | Johnny Depp rejeitou a primeira versão do roteiro porque o vilão era uma mulher

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O roteirista Terry Rossio, responsável por vários filmes da franquia dos Piratas do Caribe, publicou um artigo em seu em seu blog, Wordplay, sobre as inúmeras maneiras pelas quais um roteiro pode se envolver no processo de desenvolvimento, nunca ser feito.

Numa delas, ele cita que o ator Johnny Depp rejeitou a primeira versão do roteiro porque apresentava um vilão feminino. Segundo Terry, Depp estava preocupado que uma vilã do sexo feminino fosse redundante, já que acabara de atuar em Sombras da Noite, que também contou com uma vilã do sexo feminino. Mesmo que Sombras da Noite não tenha nada a ver com a franquia Piratas do Caribe.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O artigo completo conta com vários casos parecidos e pode ser lido aqui: http://www.wordplayer.com/columns/wp55.Time.Risk.html

Em Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar, a única esperança de sobrevivência para Jack é o Tridente de Poseidon, mas para encontrá-lo ele tem que fazer uma aliança com Carina Smyth (Kaya Scodelario), uma brilhante astrônoma, e com Henry (Brenton Thwaites), um teimoso marujo da Marinha Real.

Comandando o Dying Gull, seu novo e pequeno navio, o Capitão Jack quer não só reverter sua recente má sorte, como salvar a própria vida de uma das ameaças mais formidáveis que já enfrentou.

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar chega aos cinemas brasileiros no dia 25 de maio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio