Piratas do Caribe | “Não sabiam se ele estava bêbado ou era gay”, diz produtor sobre presença de Jack Sparrow

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Piratas do Caribe é uma das franquias mais consolidadas dos cinemas e todos sabem disso, principalmente os fãs. E um dos principais motivos pelo seu sucesso mundial é a presença de Jack Sparrow, um dos personagens mais carismáticos de Johnny Depp.

E em conferência de imprensa sobre o filme, o produtor Jerry Bruckheimer falou sobre a influência do personagem na saga.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Ele esteve no mar por tanto tempo que ele está constantemente se movendo, como se fosse um barco. A história da criação desse personagem é muito interessante. No início as pessoas não sabiam se ele estava bêbado ou era gay, e isso foi meio que um problema no primeiro filme. Mas então a grande mídia viu o filme e eles acharam o personagem extremamente interessante”, disse ele.

Em Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar, a única esperança de sobrevivência para Jack é o Tridente de Poseidon, mas para encontrá-lo ele tem que fazer uma aliança com Carina Smyth (Kaya Scodelario), uma brilhante astrônoma, e com Henry (Brenton Thwaites), um teimoso marujo da Marinha Real.

Comandando o Dying Gull, seu novo e pequeno navio, o Capitão Jack quer não só reverter sua recente má sorte, como salvar a própria vida de uma das ameaças mais formidáveis que já enfrentou.

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar chega aos cinemas brasileiros no dia 25 de maio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio