Sofia Coppola declara possibilidade de dirigir filme de super-heróis algum dia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em uma conferência no Festival de Cannes sobre seu mais novo filme, O Estranho que Nós Amávamos, Sofia Coppola deu uma entrevista a Variety, onde foi perguntada sobre a possibilidade de fazer filme de super-heróis algum dia.

“Eu adoro projetos pequenos com orçamentos pequenos, pois assim posso trabalhar melhor e desenvolver as coisas da maneira que eu preferir. Quando você aceita participar de grandes franquias, sabe que não será o único chef na cozinha. Mas ainda assim eu nunca digo nunca”, disse ela em resposta.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Baseado no livro de Thomas P. Cullinan, o romance de 1971 situado na Guerra Civil e estrelado por Clint Eastwood, gira em torno de um soldado ianque ferido, que é levado para um internato feminino confederado e sua presença causa uma verdadeira revolução no lugar, despertando sentimentos de luxúria, ciúmes e ódio nas mulheres sexualmente reprimidas de lá.

Kidman é a diretora do colégio; Kirsten Dunst, uma das professoras; Elle Fanning e Angourie Rice são alunas da instituição e Colin Farrell é o soldado ferido. O filme estreia no dia 23 de junho de 2017.

Sofia Coppola, Roman Coppola e Youree Henley produzem o filme, que será distribuído pela Focus.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio