Diretor de Azul é a Cor Mais Quente vende Palma de Ouro para bancar novo filme

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quanto vale uma Palma de Ouro? Honraria máxima do consagrado Festival de Cannes, é um dos prêmios mais cobiçados do mundo cinematográfico. Significa mérito artístico difícil de contestar e grande repercussão midiática.

Por isso, gerou controvérsia a notícia de que o diretor tunisiano Abdellatif Kechiche, vencedor do prêmio em 2013 pelo filme Azul é a Cor Mais Quente, decidiu vender a Palma de Ouro. Segundo a EW, a informação é verdadeira.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A venda teria objetivo de bancar seu próximo projeto, “Mektoube, My Love”, que já havia sido interrompido por causa de problemas financeiros.

Além da Palma de Ouro, foram colocados à venda outros objetos relacionados a Azul é a Cor Mais Quente, como as pinturas a óleo que aparecem no filme.

Kechiche já havia se envolvido em polêmica anterior: as atrizes principais do longa, Adèle Exarchopoulos e Léa Seydoux, alegaram condições “horríveis” no set de filmagens e disseram que nunca trabalhariam com ele novamente. Em resposta, Kechiche acusou Seydoux de calúnia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio