O ganhador do Oscar Michael Moore está de volta na missão de derrubar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Além do documentário Fahrenheit 11/9, o diretor resolveu lançar nesta terça-feira (6) o site Trumpileaks, para pessoas postarem denúncias contra o presidente dos EUA.

“Donald Trump acha que ele está acima da lei”, escreveu Moore aos seguidores do seu site. “Ele age como se fosse acima da lei. Ele indicou que ele está acima da lei. E demitiu Sally Yates, Preet Bharara e James Comey (3 funcionários federais com alguma autoridade para responsabilizá-lo), ele tomou os primeiros passos para torná-lo oficial”, completou.

Tentando amenizar os riscos de uma perseguição política a quem for enviar documentos, vídeos ou áudios para o seu site, Michael Moore garantiu que o sistema de segurança do Trumpileaks é seguro. “Eu sei que isso é arriscado. Eu sei que podemos nos meter em problemas. Mas muito está em jogo para jogar com segurança”, apelou.


Fahrenheit 11/9 faz referência à data que oficializou Trump como presidente dos Estados Unidos: 9 de outubro. E ainda faz um trocadilho com Fahrenheit 9/11, documentário de Moore que investigou a resposta da administração de George W. Bush aos ataques terroristas de 11 de setembro.