John Wick | Diretor fala sobre sua experiência com filmes de ação e rasga elogios ao ator Keanu Reeves

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

John Wick, estrelado por Keanu Reeves, vem ganhando fãs e mais fãs do gênero de filmes de vingança. E depois do sucesso do segundo filme, o diretor Chad Stahelski, responsável pelos dois longas, já está pensando no terceiro capítulo da história do matador de aluguel aposentado.

“Nós estamos atualmente no meio do roteiro. É mais para saber em quão rápido conseguiremos juntar nossas mer***. Mas eu asseguro que se não for no final deste ano, será no início do próximo ano”, afirmou Stahelski, durante entrevista à Collider.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O diretor falou recentemente sobre sua experiência com filmes de ação e sobre o processo de criação de seus filmes de ação, além de elogiar o trabalho de Keanu Reeves.

“Eu olho para o processo e, não importa o que vamos fazer, tenho sempre um plano. Tenha um plano. Mesmo que você não goste, tenha um plano. Com filmes de ação você precisa ter um plano e isso não significa que você precise de um plano uma semana antes de estar no set, significa que precisa de um plano muito antes disso”, disse Chad.

“Eu posso ter os melhores câmeras, os melhores editores, a melhor equipe de dublês, mas o que eu mais preciso? Do ator. Se o ator não pode fazer aquilo que eu preciso que ele faça, todo o resto vai ser uma merda”, completou.

O cineasta está atarefado com o reboot de Highlander, ainda não sabe se conseguir dirigir o próximo filme da franquia, mas sabe o que pretende trabalhar nele. “Eu sinto que há todas essas sutilezas diferentes que eu saltei no número dois, que eu gostaria de voltar ao capítulo três e mostrar-lhe o funcionamento interno de diferentes partes de Nova York”.

Na trama do segundo filme, John Wick (Keanu Reeves) é forçado a desistir da aposentadoria após descobrir que um antigo associado planeja tomar o controle de uma organização internacional de matadores. Obrigado a ajudá-lo por conta de um pacto de sangue, John viaja até Roma e enfrenta alguns dos assassinos mais mortais do mundo.

Além de Reeves, Ian McShane, John Leguizamo, Bridget Monahan, Tom Sadowski e Lance Reddick retornam ao elenco. Ruby Rose (Resident Evil: The Final Chapter), Riccardo Scamarcio (Pegando Fogo), Peter Stormare (Fargo) e Common (Entourage: Fama e Amizade, Selma) são as novidades.

A direção é de Chad Stahelski, que codirigiu o longa original ao lado de David Leitch – o último voltou apenas como produtor executivo. O primeiro filme rendeu US$ 88,7 milhões (US$ 43 milhões no mercado interno) de bilheteria em 2014, com um orçamento de US$ 20 milhões. E o segundo fez US$ 166,8 milhões na bilheteria mundial.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio