Crepúsculo | Robert Pattinson quase foi demitido do filme por “não sorrir o bastante”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

É difícil imaginar outro ator além de Robert Pattinson no papel do vampiro Edward Cullen em Crepúsculo – mas em uma entrevista recente o ator confessor que quase foi demitido da saga.

“Minha interpretação da forma como aquele relacionamento surgia era que, para Edward, era tudo tão intenso que ele não conseguia sorrir, ou tocar ela, ou ficar perto dela”, comentou o ator. “Relacionamentos adolescentes são assim, à flor da pele e deprimidos”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Mas os produtores viam de outro jeito, queriam que Edward e Bella fossem felizes e se dessem bem, achavam que era isso que o público queria. Quase me demitiram por não sorrir o bastante”, riu ainda.

Feitos entre 2008 e 2012, os filmes da saga Crepúsculo fizeram mais de US$3 bilhões de bilheteria ao redor do mundo, com bastante sucesso, sobretudo entre o público juvenil, embora em geral não tenham sido bem recebidos pela crítica.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio