Os palavrões e ousadias em geral de Deadpool, primeira aventura cinematográfica do anti-herói mais boca suja da Marvel, não caíram bem com uma fatia do público.

Em um relatório que reúne todas as reclamações que receberam durante 2016, a BBFC, organização britânica que cuida da classificação indicatória dos filmes, reportou que Deadpool foi o filme que mais gerou denúncias.

Mais exatamente, foram 51 denúncias recebidas pela BBFC, todas graças ao “alto nível de violência” ou ao “conteúdo sexual” do filme.


Esquadrão Suicida (30) e Batman vs Superman (21) também entraram entre os mais censurados pelos espectadores.

Ryan Reynolds reprisará o papel do mercenário desbocado em Deadpool 2, que será dirigido por David Leitch (De Volta Ao Jogo). A sequência ainda não tem data definida, mas começa sua produção em junho e seu lançamento está programado para 31 de maio de 2018.