Chadwick Boseman, responsável por interpretar o protagonista do filme Pantera Negra, T’Challa, participou de uma entrevista para a revista Entertainment Weekly e comentou um pouco sobre o novo filme da Marvel. Para o ator, o longa fala principalmente sobre um drama político vivido em Wakanda. Algo que pode ser bem similar com a situação atual dos Estados Unidos.

“Geralmente, há agitação porque não há líder no trono. Estamos lidando com uma coisa semelhante agora neste país. Só porque uma pessoa foi eleita não significa que todos concordem com as coisas que ele vai fazer. Tendo que tomar as primeiras decisões … o que você faz primeiro? O que você escolhe para fazer, isso vai levar todos do seu lado? É essencialmente um drama político”, explicou, antes de fazer novas comparações com o governo de Donald Trump nos EUA.

“Sim, ele (T’Challa) não é Donald Trump! É divertido assistir a campanha porque estávamos trabalhando nisso antes da campanha ter começado, em termos de preparação. Observando como isso terminou, assistindo Obama sair do escritório e assistindo Trump assumir … Há paralelos definidos lá que você tira”, analisou.


Chadwick Boseman viverá T’Challa/Pantera Negra. Completam ainda o elenco: Michael B. Jordan (Erik Killmonger), Danai Gurira (Okoye), Lupita Nyong’o (Nakia), Florence Kasumba (Ayo), Daniel Kaluuya (W’Kabi), Winston Duke (o vilão Homem-Gorila), Angela Bassett, Martin Freeman e Andy Serkis reprisam, respectivamente, Everett K. Ross e Ulysses Klaue, personagens vividos em filmes anteriores da Marvel.

Pantera Negra será lançado em 15 de fevereiro de 2018.