O thriller Red Sparrow (ainda sem título em português), com Jennifer Lawrence, vai passar por grandes mudanças no processo de edição. Adaptado do livro de Jason Matthews, o filme vai cortar cenas criticando Vladimir Putin, atual presidente da Rússia.

A trama se passa na Guerra Fria. Lawrance faz uma bailarina que quebra a perna e, com sua carreira ameaçada, é recrutada para uma agência russa de espionagem. Lá, apaixona-se pelo personagem de Joel Edgerton.

Segundo o ThePlaylist, a decisão de diminuir o papel de Putin, proeminente no livro, veio antes mesmo de começar as filmagens. Agora, o estúdio pediu para o diretor eliminar qualquer referência ao presidente russo, por medo de ação de hackers comandados pelo governo.


Francis Lawrence (Constantine) dirigiu o filme. A estreia está marcada para 2 de março de 2018.