James Cameron detona Mulher-Maravilha e diz que filme é “um passo atrás” para feminismo em Hollywood

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O diretor James Cameron não é o maior fã de Mulher-Maravilha, filme da cineasta Patty Jenkins que ganhou elogios pela representação feminina no gênero dos filmes de super-heróis.

Em entrevista ao The Guardian, ele disse: “Todos os aplausos que Hollywood está dando para si mesma por causa de Mulher-Maravilha são tão equivocados. Ela é um ícone objetificado, é a mesma coisa que a Hollywood machista sempre fez!”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu não estou dizendo que não gostei do filme, mas para mim é um passo atrás”, contou ainda. “Sarah Connor [de O Exterminador do Futuro] não era um ícone de beleza. Ela era forte, era perturbada, era uma péssima mãe, e só ganhava o respeito do público através de sua coragem. Para mim, é tão óbvio que esses filmes precisam existir. Metade do público é feminino!”.

Mulher-Maravilha já é o filme mais lucrativo do verão americano, com mais de US$800 milhões de bilheteria ao redor do mundo. De acordo com o Deadline, a sequência do filme será lançada no dia 13 de dezembro de 2019.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio