Stephen King compra de volta direitos cinematográficos de suas obras mais famosas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No auge de seu sucesso, Stephen King buscou dominar todas as mídias ao vender os direitos de suas obras mais famosas aos estúdios de Hollywood – agora, aos 69 anos e após um ano em que muitas adaptações de seus livros saíram na TV e no cinema, o autor resolveu desfazer uma parte disso.

Segundo o site Zerner Law, especializado em direito, King comprou de volta os direitos cinematográficos de uma série de suas obras mais famosas. São elas:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

  • A Hora da Zona Morta/The Dead Zone, que virou filme cult em 1983 nas mãos do diretor David Cronenberg, e depois série de TV intitulada O Vidente, entre 2002 e 2007.
  • Cujo, a história do cão raivoso assassino, que foi adaptado em filme em 1983 por Lewis Teague.
  • Colheita Maldita, adaptado pela primeira vez em 1984 em filme com Linda Hamilton, que gerou uma infinidade de continuações, esticando a franquia até Children of the Corn: Genesis, de 2011.
  • Chamas da Vingança, feito em um filme em 1984, com uma jovem Drew Barrymore no papel da criança piromaníaca. Uma continuação foi feita em 2002.
  • Creepshow: Show de Horrores, dirigido por George A. Romero em 1982, que ganhou duas continuações em 1987 e 2006.
  • Olhos de Gato, uma pequena gema não descoberta adaptada por Lewis Teague em 1985.

A compra dos direitos significa que, a partir de 2018, qualquer estúdio ou emissora interessados em adaptar, refazer ou continuar as histórias dessas potenciais franquias terão que fazer um novo contrato com King.

Nesse ano, o mestre do horror viu várias de suas obras serem adaptadas. A série The Mist (O Nevoeiro) e o filme A Torre Negra não foram bem recebidos, ao contrário da série Mr. Mercedes e do filme It: A Coisa, que estreia dia 07 de setembro no Brasil.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio