Tom Hanks fez ator mirim ser demitido de Sintonia de Amor, clássico dos anos 90

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um novo livro sobre os filmes da diretora Nora Ephron conta algumas anedotas do set de Sintonia de Amor, clássica comédia romântica de 1993 dirigida por Ephron para o eterno casal Tom Hanks & Meg Ryan.

Na trama, Hanks interpreta um simpático viúvo cujo filho fica ligando para uma estação de rádio a fim de lhe encontrar um par romântico – aparentemente, no entanto, Hanks não era tão fácil de se trabalhar quanto seu personagem poderia sugerir.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo o livro (em trecho publicado pelo NY Daily News), Hanks fez o primeiro ator mirim escalado para interpretar seu filho ser demitido. “O garoto ficava ensaiando suas falas nos bastidores em voz alta enquanto Hanks tentava filmar uma cena, e estava atrapalhando todo mundo”, diz o livro, escrito por Eric Carlson.

“Eu era um cara meio rabugento naquela época. Eu chegava e dizia: ‘Por que o menino tem as melhores falas?’. Eu achei que era grande coisa, e que minha voz precisava ser ouvida, ou algo assim. Sem contar que havia tido alguns filmes bem massacrados pela crítica”, confessa o ator.

Logo, Hanks foi o responsável pela escalação de Ross Malinger no papel de seu filho no filme, substituindo o ator mirim Nathan Watt, que estava causando a comoção no set.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio