Estratégia da DC após Liga da Justiça será enfatizar cada filme como único, não parte do universo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista ao Vulture, a produtora Diane Nelson e o quadrinista Geoff Johns, contratado pela DC/Warner para supervisionar o universo cinematográfico da editora, revelaram a verdadeira estratégia do estúdio para a franquia.

“Após Liga da Justiça, nossa estratégia é fazer uma coordenação para ter certeza que nada nos filmes diverge completamente do que foi proposto pelos outros, no sentido de formar o universo, mas não forçar diretores a criar conexões ou paralelos entre seus filmes e outros”, contou Nelson.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“A ideia é que cada filme seja sobre si mesmo, e não sobre o próximo”, completa Johns. “Alguns dos filmes vão conectar personagens, como Liga da Justiça. Outros, como Aquaman, não precisam ter essa conexão. Seguindo adiante, você vai ver o universo DC sendo um universo, mas um que vem do coração dos diretores que estão criando-o”.

Johns ainda comentou sobre os muitos rumores e vazamentos de problemas dentro da DC. “Algumas das reportagens são verdadeiras, algumas não são. Quando tentamos conversar com pessoas diferentes e desenvolver novos roteiros, as coisas tendem a vazar, e às vezes elas são reportadas de uma forma diferente da qual pretendíamos, o que é frustrante. Queremos sair por aí falando da nossa estratégia, porque esse tipo de coisa, esses vazamentos, só dificultam. Há muitas conversas internar acontecendo no momento”, disse.

Com Batman, Flash, Ciborgue, Mulher-Maravilha e Aquaman, o primeiro filme da Liga da Justiça, dirigido por Zack Snyder e finalizado por Joss Whedon, estreia em 16 de Novembro de 2017.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio