Até as pessoas mais bem sucedidas de Hollywood já foram rejeitadas para oportunidades profissionais – tome Steven Soderbergh, o poderoso diretor/produtor de Onze Homens e Um Segredo, como um desses exemplos.

No Twitter, o cineasta postou uma carta de rejeição que recebeu da Lucasfilm, produtora da saga Star Wars, em 1984. “Isso só me fez mais forte!”, disse ele no tuíte.


“Caro Sr. Soderbergh, sua fita dirigida a George Lucas foi encaminhada ao nosso escritório. Devido ao número alto de ideias e história recebidas todos os dias, se tornou impossível para o nosso pequeno número de funcionários revisar cada uma das submissões. De acordo com isso, a Lucasfilm adotou a política de devolver as fitas enviadas sem revisão. Por favor, saiba que nossa devolução não é uma reflexão dos méritos de sua ideia”, diz a carta.

Cinco anos após essa rejeição, Soderberg lançaria o independente Sexo, Mentiras e Videotape (1989), seu primeiro filme e um sucesso surpreendente.