A “Lei do Hobbit” vai cair: Nova Zelândia fará votação para revogar lei trabalhista inspirada na franquia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2010, a Warner realizou uma campanha bem-sucedida para que a Nova Zelândia aprovasse a lei que ficou conhecida como “Lei do Hobbit”, proibindo trabalhadores da indústria cinematográfica por lá de formarem uniões e sindicatos.

A lei, que permitia que o estúdio contratasse a equipe para fazer a trilogia O Hobbit em “contratos mais flexíveis”, vai ser derrubada nos próximos 100 dias, segundo um líder do governo ouvido pelo The Hollywood Reporter.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde 2010, o país trocou de governo federal – o poder passou das mãos do National Party, de orientação centro-direita, para o Labour, de esquerda.

O novo governo argumenta que a “Lei do Hobbit” viola o Convention 98, acordo assinado pela Nova Zelândia para garantir direitos trabalhistas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio