Homem de Ferro já tem nove anos de idade. Lançado em 2008, o filme que deu pontapé inicial ao universo cinematográfico Marvel trazia Tony Stark (Robert Downey Jr) enfrentando o Monge de Ferro, Obadiah Stone (Jeff Bridges).

No entanto, o filme quase teve um vilão bem diferente, talvez o mais clássico dos quadrinhos do herói. Trata-se, é claro, do Mandarim, que seria finalmente introduzido (ou quase isso) em Homem de Ferro 3, encarnado por Ben Kingsley.

“Quando contratamos Jeff, ele iria ser um vilão secundário para o Mandarim. Quando estávamos preparando o filme, percebemos que não queríamos começar a história já com o Mandarim, então mudamos algumas coisas e Obadiah virou o vilão principal. Acho que essa decisão ajudou Homem de Ferro a se tornar o fenômeno que se tornou”, diz Kevin Feige em entrevista ao Uproxx.


Na realidade, o Mandarim de verdade ainda não foi introduzido na franquia. Kingsley interpretou um ator contratado pelo vilão de Homem de Ferro 3, Aldrick Killan (Guy Pearce) para interpretar um terrorista chamado Mandarim.