Produtora pede desculpas por trailer de filme com Brie Larson acusado de racismo: “Não representa o filme”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na quinta (09), foi lançado o trailer de Basmati Blues, um filme estrelado pela vencedora do Oscar Brie Larson antes de ascender à fama, que será lançado anos depois para aproveitar a sua notoriedade.

Uma coprodução EUA e Índia, o filme dirigido por Dan Baron também tem Donald Sutherland (Jogos Vorazes), Scott Bakula (Quantum Leap) e Tyne Daly (Homem-Aranha: De Volta ao Lar) no elenco, mas provocou uma polêmica que os produtores não esperavam.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo internautas, Basmati Blues perpetua estereótipos quanto ao povo indiano e cria mais uma narrativa de “branco salvador” ao mostrar uma cientista (Larson) que é enviada para a Índia a fim de vender o arroz geneticamente modificado que pode destruir a economia local – é claro, ela “toma consciência” do que está fazendo e se junta aos fazendeiros para combater a companhia que a emprega.

Em declaração lançada hoje, a produtora Monique Caulfield e o diretor Baron defenderam o filme: “Nós nos arrependemos de qualquer ofensa causada pelo trailer de Basmati Blues. Ouvimos muitas vozes que reagiram de forma compreensível a uma prévia que não é representativa do filme como um todo. Esse filme não é sobre uma americana salvando a Índia. É sobre duas pessoas que conseguem superar a barreira cultural e encontrar o amor” (via ThePlaylist).

Confira o polêmico trailer:

https://youtu.be/6RXO3NRI1lw

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio