Atriz de O Tigre e o Dragão diz que sócio de Harvey Weinstein a assediou

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A cultura de assédio sexual nas empresas comandadas por Harvey Weinstein se estendia até seus associados na Ásia, segundo a atriz JuJu Chan, conhecida pelo papel em O Tigre e o Dragão: A Espada do Destino (2016).

Em relato para a Variety, Chan acusa Bey Logan, um associado da The Weinstein Company na China, de beijá-la à força em uma festa comemorando o fim das filmagens da aventura, e reclamar com o diretor do filme que ela se recusava a ser sua namorada.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Logan veementemente nega as acusações, mas Chan na verdade já é a oitava mulher a acusá-lo de assédio sexual – o site coreano HK01 publicou as acusações de sete outras atrizes que contaram histórias similares no começo da semana.

Apenas uma das outras acusadoras, Sable Yu (Snowblade), concordou em dar seu nome para a publicação.

Peter Jackson diz que Harvey Weinstein o proibiu de escalar suas acusadoras

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio