Publicidade

Matt Damon não consegue mais assistir a Gênio Indomável: “Memórias dolorosas”

Publicado por Caio Coletti

27/12/2017 09:07

O ator Matt Damon acha difícil assistir, hoje em dia, ao filme que o catapultou na carreira, o drama Gênio Indomável (1997) – o motivo são as “memórias dolorosas” envolvidas no filme.

“Quando começamos a escrever nesse filme, Ben [Affleck] tinha 20 anos e eu tinha 22, e quando o filme finalmente saiu, ele tinha 25 e eu 27. Ou seja, esse filme dominou os nossos 20 e poucos anos, foi meia década em que ficamos completamente obcecados por esse trabalho”, conta o ator, que venceu um Oscar ao lado do amigo Affleck pelo roteiro do filme.

“Em 2003, Elliot Smith morreu, e desde então eu não consegui mais assistir ao filme, porque achei que seria doloroso ouvir a música dele pensando nisso. Depois, Robin [Williams] teve essa doença horrível degenerativa e também faleceu… Eu não consigo imaginar assistir a sua performance hoje em dia. Agora, finalmente, houve as revelações sobre Harvey [Weinstein]. Fica cada vez mais difícil. São memórias dolorosas”, descreve ainda ao Collider.

Damon recentemente causou polêmica por comentários considerados ofensivos em relação ao escândalo de assédio sexual em Hollywood, que já afetou homens como Harvey Weinstein, Louis C.K., Jeffrey Tambor e Kevin Spacey.

“Me disseram que eu não era gostosa”, diz atriz sobre teste para Gênio Indomável

Publicidade