Star Wars | Rian Johnson explica a importância da relação entre Rey e Kylo Ren em Os Últimos Jedi

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde que Star Wars: O Despertar da Força foi lançado aos cinemas em 2015, os fãs tiveram uma surpresa ao identificarem uma possível relação entre a nova heroína, Rey (Daisy Ridley) e o vilão Kylo Ren (Adam Driver).

Essa questão foi alimentada ainda mais por conta das artes promocionais e divulgação de marketing do novo filme, Star Wars: Os Últimos Jedi. E no filme, como o próprio diretor Rian Johnson, o laço entre eles é a chave para a história.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Com cada um deles, há coisas que eu realmente gostaria de ter respondido em O Despertar da Força. Ambos são individuais como personagens, e durante a cena do interrogatório entre eles, isso ficou claro. Eu acho que a dinâmica entre os dois foi muito interessante e as forças opositoras, ascendendo em cada um, combinando com os poderes dos dois de cada lado, foi muito interessante”, contou Rian sobre sua observação ao contraste dos dois personagens em entrevista ao site StarWars.com.

Johnson previu que os personagens seriam uma dupla de protagonistas, e agora também contou como levou essa narrativa para Os Últimos Jedi.

“Não é somente um grande e aberto estudo desses personagens. É uma narrativa, então outra parte grande disso foi descobrir como nos sentimos com cada um deles em O Despertar da Força e colocar nesse filme. Novamente, não é um grande arco. É uma linha que segue em frente e que seguirá cautelosamente. Você sabe, nós odiamos os nervos de Kylo dentro disso.”, brinca Rian. “Ele é interessante porque o vilão é sempre interessante, mas também porque, eu acredito, você pode ver suas falhas e suas fraquezas”, completou o diretor.

Star Wars: Os Últimos Jedi estreará nos cinemas em 14 de dezembro de 2018.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio