Publicidade

Steven Spielberg revela que levou bronca no set de E.T. – O Extraterrestre por seu comportamento

Publicado por Redação

12/12/2017 21:02

O diretor Steven Spielberg possui uma carreira excelente e agora, possui um projeto audacioso com sua identidade visual marcante. Jogador Nº1 é seu grande projeto e que promete continuar marcando seu nome.

Mas seu passado, que também é marcado por obras aclamadas e com diversos fãs, possui algumas histórias complicadas nas gravações desses mesmos longa-metragens.

Em entrevista ao Entertainment Weekly, o diretor de Gremlins, Joe Dante, afirmou que Spielberg, produtor executivo do filme foi o responsável por salvar um dos mais famosos personagens do longa-metragem: Gizmo. Para Dante, a ideia original do filme era focar realmente no vilão, Stripe e que Gizmo aparecia somente vinte minutos. Mas Spielberg interviu porque ao ver as gravações, ele afirmou que Steven gostou tanto do personagem que ele deveria ficar mais tempo no filme.

Outra história de bastidores contada pelo próprio Steven ao The Hollywood Reporter foi sobre o seu comportamento durante as gravações de E.T. – O Extra-Terrestre. Spielberg contou que na época era explosivo e impaciente e que acaba destratando quase toda a equipe de produção. Por conta disso, Kathleen Kennedy, produtora executiva do filme e atual presidente da Lucasfilm, teve de lhe dar uma bronca.

“Quando estávamos com 15 dias de filmagens, ela me levou para uma sala, me fez sentar em uma cadeira e me deu a maior bronca da minha vida porque ela não gostou do jeito que eu estava falando com a equipe. Ela não se importou com a minha impaciência, ela não se importou com nada. ‘Isso é um comportamento inapropriado’ e eu não escutava isso desde minha época de escola ou da minha mãe… e isso mudou muito minha vida. Eu me tornei mais pacífico porque alguém que conheço e respeito me chamou a atenção”, completou Spielberg.

Jogador Nº1, novo filme do diretor, estreia em 29 de março de 2018.

Publicidade