X-Men: Fênix Negra | Diretor discute o que “deu errado” em X-Men: Apocalipse

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

X-Men: Fênix Negra ainda vai demorar quase um ano para chegar aos cinemas do mundo todo, mas já pesa sobre ele a responsabilidade de “recuperar” a franquia do filme que muitos fãs consideram o pior até hoje, X-Men: Apocalipse (2015).

O roteirista de Apocalipse e diretor de Fênix Negra, Simon Kinberg, entende o que “deu errado” no longa: “Eu acho que tiramos o olho do que importava na franquia, do que sempre foi nossa fundação: os personagens. Se tornou um filme sobre destruição global e outras coisas, e não sobre essas pessoas”, disse à EW.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“O que eu quis fazer nesse novo filme foi colocar o foco de volta nos personagens, dar emoções reais para os atores interpretarem, e um tema que o faria parecer relevante e necessário no mundo de hoje”, revela ainda.

O filme se passa em 1992, em torno de 10 anos depois dos eventos de X-Men: Apocalipse. Fênix Negra abre com os X-Men, incluindo Mística (Jennifer Lawrence), Fera (Nicholas Hoult), Tempestade (Alexandra Shipp), Noturno (Kodi Smit-McPhee) e Mercúrio (Evan Peters) em um inesperado novo papel: heróis nacionais. Charles Xavier (James McAvoy) chega a ser eleito a Pessoa do Ano da revista TIME.

“O orgulho começa a dominar Charles”, adianta o roteirista/diretor Simon Kinberg. “Ele envia os X-Men para missões cada vez mais extremas por causa de seu ego”. Quando os heróis são mandados para uma missão espacial, uma explosão solar os atinge, o que acorda uma força maligna adormecida dentro de Jean Grey (Sophie Turner) – a poderosa e temível Fênix.

Baseado parcialmente nos quadrinhos de Chris Claremont, uma das histórias mais clássicas dos X-Men, Fênix Negra vai ter alguma das “maiores cenas de ação da franquia até hoje”, adianta James McAvoy. “É também o filme mais emocional que fizemos. Há muito sacrifício e sofrimento”, diz ele.

Jennifer Lawrence sobre ter que retornar à franquia: “Me f*di”

Fênix Negra será a estreia na direção de Simon Kinberg, que tem tocado a saga desde o começo como roteirista. O filme chega aos cinemas em 2 de novembro de 2018.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio