Aladdin | Disney admite ter escurecido pele de figurantes brancos no filme

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2019, Aladdin ganhará sua versão live-action, mas o filme, que será dirigido por Guy Ritchie, já começa a passar por uns algumas polêmicas.

Após uma denúncia de que a Disney estaria “escurecendo” a pele de figurantes brancos ao invés de contratar pessoas que fossem mais apropriadas para o cenário do filme, passado no Oriente Médio, o estúdio admitiu tudo em uma declaração oficial.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Muito cuidado foi colocado em Aladdin, especialmente na diversidade do elenco. Essa é uma exigência da Disney, e o mesmo vale para a equipe por trás das câmeras e figurantes. Apenas em alguns casos, nos quais habilidades especiais e questões de segurança (equipes que soubessem operar guindastes em cena ou dublês que soubessem lidar com animais) a maquiagem foi usada”, diz a declaração (via Heroic Hollywood).

O estúdio já havia sido crítico anteriormente por ter escalado a atriz Naomi Scott para o papel de Jasmine. Scott é meio-indiana, o que para alguns, não se encaixar do padrão esperado para uma princesa do oriente médio.

A estreia do filme ficou para 24 de maio de 2019, com Will Smith no papel do Gênio, que foi dublado por Robin Williams no filme original.

Aladdin | Astro do live-action comemora os 25 anos da animação

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio