10 séries que escalaram atores famosos só para matá-los

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Você já viu um rosto muito conhecido em uma série que te fez pensar: Como essa pessoa tão famosa veio parar aqui? Bom, normalmente, essa pessoa vai morrer dentro de alguns episódios!

Demorou! 10 personagens cujas mortes melhoraram suas séries

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira produções de TV que escalaram grandes atores só para mata-los:

GREG GRUNBERG (Lost) | Lá em 2004, quando o piloto de Lost foi ao ar, J.J. Abrams não era famoso o bastante para que seu amigo Greg Grunberg ganhasse a fama de “amuleto da sorte” do produtor/diretor/roteirista. Ele era apenas um dos astros de Felicity e Alias, duas séries de Abrams, que tinha tudo para engatar mais uma parceria em Lost – mas detalhe: seu personagem, o piloto do avião acidentado da série, morre no capítulo inicial!

ARIANA GRANDE (Scream Queens) | Ela pode ter decolado como cantora, mas Grande antes de qualquer coisa foi estrela da série Victorious (2010-2013), de forma que seu retorno à atuação em Scream Queens foi aguardado pelos fã – o problema foi que a sua personagem, Chanel #2, é morta logo no primeiro episódio da temporada, de forma inesquecível e hilária.

MICHELLE YEOH (Star Trek: Discovery) | Ela já foi Bond girl (em O Amanhã Nunca Morre, de 1997) e estrelou O Tigre e o Dragão – Yeoh era sem dúvida a atriz mais famosa do elenco da nova Star Trek, com o detalhe que sua Capitã Georgiou é morta ao final do segundo capítulo da série! Ela retornaria mais tarde em sua versão de um “universo alternativo”.

LILY RABE (American Horror Story: Coven) | Após papeis chave (e atuações elogiadas) nas duas primeiras temporadas da série, Rabe apareceu em Coven como a bruxa “hippie” Misty Day, que seria morta no primeiro capítulo, queimada na fogueira (literalmente). No entanto, como descobriríamos mais tarde, ela era capaz da ressurreição.

BELLA THORNE (Pânico) | No primeiro Pânico, de 1996, Drew Barrymore faz uma “participação especial” sendo morta pelo assassino principal na clássica cena de abertura. O mesmo acontece com Bella Thorne no piloto da série baseada na franquia, que estreou em 2015 – confira a reconstrução da cena acima.

TOM HIDDLESTON (Trollhunters) | Com tantos projetos cinematográficos, era difícil acreditar que Tom Hiddleston tinha mesmo se comprometido com a dublagem do herói dessa série animada de Guillermo Del Toro para a Netflix – e os descrentes estavam certos, já que tal herói foi morto logo no primeiro episódio!

MARY LOUISE PARKER (Mr. Mercedes) | Como estrela de Weeds, Mary-Louise Parker tem bastante capital de influência na TV americana – o que fez com que sua escalação em Mr. Mercedes, como Janey Patterson, se tornasse uma surpresa. Fãs do livro de Stephen King sabem que Janey é morta na metade da história, como aconteceu na série.

Ian McShane.

IAN MCSHANE (Game of Thrones) | Sempre violento, Game of Thrones não tem medo de “desperdiçar” seus convidados mais famosos, como McShane (Deadwood, American Gods), que encarnou por um episódio o monge que tenta ensinar ao Cão de Caça (Rory McCann) uma vida pacífica. Não dá certo, obviamente.

MAX VON SYDOW (Game of Thrones) | Enquanto isso, a série também escalou esse lendário ator sueco (O Sétimo Selo, Flash Gordon, Minority Report) como o Corvo de Três Olhos, que apareceu exatamente por três episódios antes de sua morte, quando terminou de passar os ensinamentos para Bran Stark (Isaac Hampstead-Wright). Foi uma saída triunfal, é verdade, mas ainda surpreendente.

SEAN BEAN (Game of Thrones) | A escalação de famoso mais ousada de Game of Thrones – o papel de Ned Stark, suposto herói da primeira temporada da série que é morto logo no nono episódio, ficou com esse veterano da tela grande e pequena, que emprestou muita gravidade e sutileza ao papel.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio