Estúdio de Harvey Weinstein vai declarar falência após rejeitar compra

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O New York Times reporta que a The Weinstein Company, estúdio que era comandado por Harvey Weinstein, vai “declarar falência nos próximos dias”.

“Embora reconheçamos que esse é um fim muito infeliz para os nossos empregados, nossos acionistas e qualquer outra vítima, a mesa de diretores se vê sem escolha alguma”, diz uma declaração oficial.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Roteirista de Hannibal escreveu peça sobre escândalo Harvey Weinstein

A Weinstein Company quase foi vendida para um grupo de acionistas liderados por Maria Contreras-Sweet acabou não ocorrendo por conta de um processo judicial que pesa contra a Weinstein Company, acusada como cúmplice do assédio e abuso sexual perpetuado por seu ex-chefe.

Harvey Weinstein foi expulso da mesa de diretores da companhia pouco depois da divulgação das acusações contra ele. Fundada em 2005, a The Weinstein Company produziu filmes como Django Livre, O Discurso do Rei e Paddington.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio