Me Chame Pelo Seu Nome é barrado de festival chinês por conteúdo gay

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Me Chame Pelo Seu Nome, filme de Luca Guadagnino que foi um dos destaques do Oscar 2018, não poderá ser exibido no Festival de Cinema de Beijing, na China, onde foi incluído na seleção.

O removimento do filme, reportado originalmente pela Reuters, chega poucos depois das autoridades chinesas aumentarem o controle do Partido Comunista local sobre conteúdos midiáticos. O parlamento do país votou recentemente para entregar controle do departamento de classificação indicativa para o setor de propaganda do partido.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Diretor revela detalhes da sequência de Me Chame Pelo Seu Nome

Embora o motivo oficial do removimento não tenha sido divulgado, muitos acreditam que se trata de uma censura do conteúdo homossexual do filme, que mostra o envolvimento sexual entre Elio (Timothée Chalamet) e Oliver (Armie Hammer) em um verão italiano.

A homossexualidade não é ilegal na China, e focos de militância tem surgido em grandes cidades do país, mas ser gay ainda é visto com maus olhos por uma boa parte da sociedade chinesa e pelo governo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio