Pantera Negra | Roteirista do longa acredita que a administração de Trump e o #MeToo mudaram a forma de se fazer filmes de herói

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante um painel que aconteceu na SXSW, o roteirista Joe Robert Cole, que ajudou o diretor Ryan Coogler a escrever o roteiro de Pantera Negra, comentou o papel dos filmes de super-herói nos dias atuais.

Para ele, a administração de Trump e o movimento #MeToo ajudaram a mudar o modo como se os filmes blockbusters são feitos, uma vez que o público clama por mais representatividade.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Pense aonde estamos agora, com esse presidente tão sem inteligência e nosso mundo caindo por causa disso. Pense agora em Tony Stark, ele sendo um idiota e isso sendo ok. Se esse personagem, Stark, fosse criado num filme atual, eu me pergunto se a resposta seria como ‘Oh, ele é um idiota e desrespeita mulheres… Isso é legal’. Eu acho que estamos num lugar diferente. Num lugar melhor” disse Cole.

Pantera Negra se tornou um dos maiores sucessos da Marvel, e já bateu a marca do US$ 1 bilhão em bilheteria.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio