Personagem real processa produtores de O Lobo de Wall Street por difamação

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Andrew Greene, que trabalhou como advogado para o infame Jordan Belfort durante os anos 1990, resolveu processar os produtores de O Lobo de Wall Street por difamação.

Segundo o THR, o processo, que se mantinha secreto até agora, já ouviu deposições de Martin Scorsese (diretor do filme), produtores, executivos da Paramount e até de Leonardo DiCaprio, o astro da produção.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Samantha Schmütz agradece a Leonardo DiCaprio por ter parado de fumar

Greene alega que o personagem Nicky Koskoff, interpretado por P.J. Byrne, foi baseado nele. Diversas situações envolvendo o personagem, segundo Greene, são semelhantes àquelas que viveu na companhia de Belfort.

No entanto, Greene objeta ao seu retrato como “um criminoso, usuário de drogas, degenerado, depravado, sem nenhuma moralidade ou ética”.

Durante seu depoimento, DiCaprio foi questionado quanto à pesquisa que fez para o papel de Belfort. “Eu fiz uma tour por Wall Street. Eu observei pessoas na rua que trabalhavam nesse negócio. Eu li o livro no qual o filme é baseado. Além disso, não me lembro de mais nada”, teria dito o astro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio