O apresentador de um evento celebrando os 35 anos do lançamento do clássico Scarface (1983) foi vaiado ao perguntar para a atriz Michelle Pfeiffer sobre o seu peso na época das filmagens.

A EW reporta que o evento foi realizado durante o Tribeca Film Festival, em Nova York (EUA), e contou com a presença de Pfeiffer, dos atores Al Pacino e Steven Bauer, e do diretor Brian De Palma.

Após cerca de 15 minutos de conversa, o mediador perguntou: “Michelle, como pai de uma menina, fico preocupado com a sua autoimagem. Durante a preparação para o filme, o quanto você estava pesado?”.


Um espectador, então, gritou: “Por que você quer saber isso?”. Depois depois vieram as vaias enfáticas em direção ao palco. Incomodado, o apresentador reagiu: “Essa não é a pergunta que vocês estão achando que é…”.

Os ânimos acalmaram quando Pfeiffer pegou o microfone para falar sobre o assunto. “Eu não sei, mas estar tão magra fazia parte de interpretar uma viciada em cocaína, isso deve ser levado em conta”, explicou.

“As gravações eram para ter durado de três a quatro meses. Eu tentei ficar cada vez mais magra à medida que filmávamos. O problema é que o filme acabou levando seis meses. Eu estava faminta quando acabamos, na última cena eu precisava estar o mais magra possível e lembro da equipe preocupada comigo. Eu vivia à base de sopas”, relatou.

Enquanto isso, a Universal ainda não desistiu do seu remake de Scarface, e dessa vez resolveu contratar um roteirista latino para criar a história do traficante mexicano nos EUA.

Super Fly | Clássico dos anos 1970 ganha remake; veja o trailer

Em 1932, o primeiro Scarface foi lançado, contando a história de um gangster italiano. Em 1983, com direção de Brian de Palma, o primeiro remake foi lançado, trazendo Al Pacino na pele de Tony Montana, um refugiado político de Cuba que ascende como o novo chefe do tráfico de drogas.