Ridley Scott reiterou sua crença de que, embora a franquia Alien se concentre no monstro do título, os filmes precisam evoluir além da criatura para permanecer relevante. Falando com o Yahoo! Filmes, Scott explicou que ele não acha que há muito mais o que dizer sobre o xenomorfo que ainda não tenha sido dito.

“Fomos a Covenant para perpetuar a idéia e re-evoluir o universo do alienígena, que eu acho que quase acabou, pessoalmente. Você precisa entrar com outra coisa. Você precisa substituir isso”.

A intenção de Scott com a terceira prequel de Alien, supostamente colocava uma forte ênfase na inteligência artificial, enquanto o xenomorfo aparentemente aparecia no filme sem ser a estrela do longa. No entanto, o desenvolvimento desse filme foi colocado em segundo plano na Fox depois que Alien: Covenant teve um mau desempenho nas bilheterias. Prometheus, que teve uma proposta parecida, teve críticas ruins.


Não está claro como a franquia Alien continuará com a compra da 21st Century Fox pela Disney, mas certamente pode-se presumir que, dada a icônica franquia, ela não será deixada de fora de sua futura lista de filmes.