Samuel L. Jackson acredita que Pantera Negra não vai mudar o modo como Hollywood conta história de pessoas negras

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Pantera Negra é um grande fenômeno em todo o globo, e muitas pessoas tem elogiado o modo como o filme trabalhou a história de um super-herói negro. Alguns até mesmo acreditam que o longa mudará Hollywood para sempre, mas esse não e o caso de Samuel L. Jackson.

Em entrevista ao jornalista Matt Pomroy, Jackson explicou que mesmo com o sucesso do longa, o modo como Hollywood tem contado história de pessoas negras pode acabar não mudando, pois os Estados Unidos teria até mesmo um problema em conseguir compreender história que vão além do modo de vida de sua população – o que explicaria a resistência de alguns americanos a filmes estrangeiros.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Não estou otimista que Pantera Negra mudará o modo como histórias de pessoas negras são contadas em Hollywood e o modo como são aceitas no mundo todo. É uma história de ação e aventura, e muita gente gosta disso, e ela funciona no mundo todo porque todo mundo ama um herói. Mas nem todo mundo gosta de um drama sobre a vida de alguém – é por isso que premiações tem uma categoria separada para filmes estrangeiros; eles são percebidos como algo diferente. Somente quando começarmos a percebe-los não como filmes diferentes, mas como bons filmes, e sendo reconhecidos na mesma categoria, estaremos alcançando algo” disse o ator.

Recentemente, Pantera Negra se tornou a terceira maior bilheteria dos Estados Unidos conseguindo superar a arrecadação doméstica do clássico Titanic no país.

Pantera Negra estreou no dia 15 de fevereiro no Brasil.

Samuel L. Jackson deverá ser visto novamente no universo da Marvel como Nick Fury em Capitã Marvel, que chega aos cinemas em 8 de março de 2019.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio