Star Wars | Roteirista de Rogue One revela qual é o grande problema de escrever um filme da franquia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O roteirista Tony Gilroy, que tem dado entrevistas sobre seu filme Beirut, respondeu como foi escrever um filme para a franquia Star Wars. Apesar de ter adorado o trabalho, ele tem algumas críticas sobre a pressão.

“33 milhões de espectadores ao vivo ficam em cima do seu ombro constantemente como se fosse uma praça pública, gritando tudo o que está acontecendo, enquanto está acontecendo. Ninguém nunca teve que fazer algo assim antes”, disse Gilroy. “É uma coisa linda, muito passional, e foi incrível, mas isso torna fazer um filme uma coisa muito complicada”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“É terrível, uma complicação terrível”, completou o roteirista.

Não é a primeira vez que Rogue One: Uma História Star Wars recebe esse tipo de crítica. O diretor Gareth Edwards precisou da ajuda do roteirista, para completar o filme – que estava “uma bagunça”, segundo o próprio.

Depois do longa sobre Han, a saga Star Wars já tem marcada a data de estreia do Episódio IX de sua franquia principal, para 20 de dezembro de 2019. J.J. Abrams assume a direção.

Han Solo: Uma História Star Wars estreia em 24 de maio de 2018.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio