Vingadores: Guerra Infinita | Roteiristas tiveram ajuda de todos os diretores da Marvel

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Christopher Markus e Stephen McFreely conversaram com o THR sobre o ambiente de colaboração dentro da Marvel Studios que permitiu que Vingadores: Guerra Infinita “fosse fiel a personagens que outros artistas conhecem melhor” do que eles.

“O exemplo que vimos ser noticiado na mídia foi o de James [Gunn], que consultou conosco nas cenas de Guardiões da Galáxia. Ele dava sugestões e aprovava diálogos, era uma questão da voz dos personagens”, conta Markus. “Há uma cena em específico em que ele mudou a ação de um personagem, e isso afetou o filme como um todo. Nós hesitamos, mas tanto James quando Chris [Pratt] acharam que era a escola certa”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“A vantagem desse processo é que esses caras passaram muito tempo com esses personagens, focados só neles, e nós podemos contar com a ajuda para dar vida a eles no nosso universo. Fizemos isso com todo mundo: Scott [Derrickson, de Doutor Estranho], Ryan [Coogler, de Pantera Negra], Peyton [Reed, de Homem-Formiga]”, diz McFreely.

Passando por seu primeiro dia de exibição nos EUA, Vingadores: Guerra Infinita já arrecadou uma quantia impressionante apenas para pré-estreias – confira aqui.

Vingadores: Guerra Infinita | Veja as primeiras reações dos críticos ao filme

Vingadores: Guerra Infinita vendeu mais do que os últimos sete lançamentos da Marvel combinados em ingressos antecipados – saiba mais do número aqui.

Novas projeções indicam que o filme pode se tornar o maior lançamento da história nos Estados Unidos, superando os números feitos por Star Wars: O Despertar da Força – leia mais.

Vingadores: Guerra Infinita estreou nos cinemas em 26 de abril de 2018.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio