Ator de Deadpool acusado de assédio não deve participar de continuações do filme

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

T.J. Miller, ator conhecido pela sua participação em Deadpool, se envolveu no fim do ano passado nas polêmicas relacionadas a assédio sexual quando ele próprio foi acusado por diversas mulheres de tê-las assediado sexualmente.

Algumas pessoas pediram que a Fox cortasse o ator do filme, o que não ocorreu. Entretanto, o Daily Beast informou que Miller não deve continuar a participar de filmes da franquia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo o comunicado, a Fox não pretende ter Miller como integrante da franquia Deadpool caso um Deadpool 3 aconteça, de modo que Deadpool 2 será a última vez que o melhor amigo do mercenário fanfarrão aparecerá nos cinemas.

Um fato curioso do filme é que ele terá a primeira trilha sonora com o selo de “conteúdo obsceno” da história – saiba mais.

Deadpool 2 promete trazer novidades – por exemplo, o mercenário deve formar nele o supergrupo X-Force, que mais tarde vai ganhar filme próprio.

Além disso, o filme trará a estreia de Cable (Josh Brolin), um mutante vindo do futuro, e Dominó (Zazie Beetz), que forma uma rivalidade divertida com Deadpool.

Deadpool 2, de David Leitch, estreia em 17 de maio de 2018.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio