ATENÇÃO: SPOILERS A SEGUIR

O final de Vingadores: Guerra Infinta deixou os fãs chocados e confusos… pelo menos até que eles percebam que o Arrowverse da DC teve a mesma reviravolta em 2015. A escalada dos eventos pode ser separada por centenas de milhões de dólares, e dezenas de personagens e histórias – e a versão da Marvel será vista, abraçada e especulada por milhões de pessoas por mais tempo.

Mas isso não muda o fato de que a DC o fez muito antes mesmo de os fãs saberem que seus heróis da Marvel seriam mortos por Thanos (ou até mesmo pelo que Thanos queria). Os fãs de televisão que assistiram ao evento crossover da Warner poderão identificar as semelhanças.


Para DC, foi uma combinação de Arrow e The Flash, juntamente com novos heróis, assumindo o súbito surgimento de Vandal Savage (eventualmente adicionando Legends of Tomorrow ao seu universo conectado). Para a Marvel, é a culminação de quase todas as propriedades da Marvel em um filme, assumindo o súbito surgimento de Thanos (que deve encerrar a Fase 3 da MCU, lançando a próxima Fase de filmes da Marvel com a ajuda da Capitã Marvel). Mas antes de chegarmos lá, muitos heróis têm que morrer.

Vingadores: Guerra Infinita teve cenas importantes gravadas no Brasil

Com o vilão (Vandal) buscando um poder “imparável”, mas exigindo um sacrifício de seu amor (Kendra), os heróis são superados e forçados a entregá-la. Mas eles acabam chegando a um plano para emboscá-lo e impedir sua ascensão planejada. Infelizmente, a chance de os heróis atacarem em uníssono é sabotada quando um herói falha (Kendra), e os outros não conseguem virar a arma dourada do vilão contra ele … levando ao pior resultado possível.

Vandal afirma seu poder cobiçado e libera todo o seu poder não apenas nos heróis, mas nos milhões de cidadãos que os cercam. Em uma explosão de energia superaquecida, Oliver é transformado em pó, logo seguido por diversos outros em Central City. Felizmente, Oliver tomou o lugar de Barry, explicando que ele deve sobreviver, já que ele é o único herói com a capacidade de impedir que esse desastre tenha ocorrido. As mortes são difíceis de assistir, mas graças ao vislumbre de Barry do futuro, o público sabe que esta linha do tempo pode, e será alterada.

Vingadores: Guerra Infinita se tornou a maior estreia para um filme nos Estados Unidos, tendo superados os números de Star Wars: O Despertar de Força em seu lançamento (leia mais).

O filme ainda vendeu mais do que os últimos sete lançamentos da Marvel combinados em ingressos antecipados – saiba mais do número aqui.

A estreia foi tão forte que ajudou a Marvel a completar US$ 15 bilhões de bilheteria acumulada em todos os seus filmes – saiba mais.