ATENÇÃO: SPOILERS A SEGUIR

“Há muito tempo, em uma galáxia muito, muito distante…”

O texto clássico no começo de todos os filmes de Star Wars até hoje está presente no novo Han Solo, mas o geralmente extenso texto de introdução, que tradicionalmente passa na tela depois disso, não.


Ao invés do letreiro passando pela tela, temos apenas algumas sentenças, escritas na mesma fonte azul daquela primeira frase, trazendo a localização básica do filme.

“É um tempo sem lei”, explica a introdução. “Sindicatos do crime competem por recursos e oprimem os pobres. Han Solo, um jovem de Corellia, se vê, como muitos outros órfãos, servindo à maligna Lady Proxima. Esse jovem luta por sua sobrevivência, mas sonha em voar pelas estrelas”.

Han Solo: Uma História Star Wars seguirá estilo dos longas dos anos 70, afirma diretor

Han Solo já é considerado um sucesso, pois nos Estados Unidos, o longa tem vendido mais ingresso de pré-estreia do que Pantera Negra (saiba mais).

Apesar do sucesso, e da notícia de que Alden Ehrenreich assinou contrato para três filmes no papel do jovem Han Solo, o diretor Ron Howard não garante que uma sequência vai mesmo acontecer.

Recentemente, foi confirmado que o filme terá 135 minutos de duração, graças a informações do Festival de Cannes, onde o longa será exibido fora de competição – veja a lista de selecionados.

O longa sobre a juventude do personagem interpretado por Harrison Ford na franquia original (agora, Alden Ehrenreich) ainda tem Thandie Newton, Donald Glover, Woody Harrelson, Emilia Clarke e Paul Bettany no elenco.

Ron Howard (O Código Da Vinci) dirige a produção da Lucasfilm após alguns percalços na produção – anteriormente contratados, os diretores Phil Lord e Chris Miller (Uma Aventura LEGO) foram demitidos no meio da produção.

Han Solo: Uma História Star Wars estreia em 24 de maio de 2018.